SOBRE NÓS

Somos uma comunidade cristã fundamentada na Palavra de Deus, que busca a unidade no Espírito para servir melhor o semelhante, até a volta de Jesus.

PROGRAMAÇÕES (suspensas)

SÁBADO

  9:30 am | Escola Sabatina

10:45 am | Culto de Adoração

  5:30 pm | Culto Jovem (2º e 4º sábado)

DOMINGO

  6:00 pm | Séries especiais

QUARTA-FEIRA

  7:30 pm | Reunião de oração

SE INSCREVA PARA
RECEBER NOTÍCIAS
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Apple Music Icon
  • Grey Google Play Icon

© 2020 Dallas Brazilian Seventh-Day Adventist Church. All Rights Reserved.

#125 Passou perto

January 11, 2020

 

Os mais antigos vão lembrar de um gol que o Pelé quase marcou. Quem sabe seja um dos lances mais famosos da carreira do chamado Rei do futebol.

 

Interessante, porque, para o homem que alcançou a marca de mais de 1.200 gols, aquele gol que o Pelé não fez, acabou entrando para a história.

 

Por um fio, não entra o mais fantástico gol de todas as Copas passadas, presentes e futuras. Os tchecos parados, os brasileiros parados, os mexicanos parados — viram a bola tirar o maior fino da trave. Foi um cínico e deslavado milagre não ter se consumado esse gol tão merecido. Aquele foi, sim, um momento de eternidade do futebol — escreveu à época o cronista pernambucano, Nelson Rodrigues.

 

Tem coisas na vida da gente que ficam marcadas por não terem acontecido. Por falta de oportunidade ou coragem.

 

Pilatos não teve coragem de fazer a coisa certa — entrou para a história por sua covardia — e nunca mais teve paz depois daquela sexta-feira.

 

Quando Paulo foi preso em Jerusalém e compareceu diante do tribunal em Cesaréia, ao apelar a César, precisou ser ouvido pelas autoridades. 

 

Certa ocasião, o governador Félix ouviu Paulo, e percebendo a culpa de sua própria consciência, se recusou a ouví-lo mais, mandando que levassem ele embora (Atos 24:25, 26). 

 

Por dois anos, Félix ouviu Paulo secreta e descompromissadamente. E por pressão popular, manteve o apóstolo preso mesmo sabendo que ele era inocente. 

 

Passou perto, mas Félix não aproveitou a oportunidade.

 

Depois disso, Paulo foi ouvido por um tal de Festo, que impressionado com o discurso do apóstolo, reconheceu que por pouco não tinha virado um cristão. “Por pouco não me convences”, disse ele (Atos 26:28).

 

Isso acontece com muita frequência. 

 

Por pouco, o pecador não se arrepende.

Por pouco, o casal não se reconcilia.

Por pouco, o jovem não se mantém puro.

Por pouco, o pródigo não volta pra casa.

Por pouco não é o bastante.

 

Por pouco ou por muito, não podemos deixar passar a chance. 

 

Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações. Hebreus 3:7,8

 

Um abraço do pastor e amigo

Manolo

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Postagens Recentes

March 29, 2020

Please reload

Categorias
Please reload

Arquivados