• Pr. Manolo Damasio

36 - A hora do abraço

“Ele [Deus] é quem perdoa todas as tuas iniqüidades; quem sara todas as tuas enfermidades.” Salmo 103:3.

Nesse verso, o salmista Davi fala de duas atribuições de nosso Criador: perdoar erros e sarar doenças. É curioso que ele tenha colocado essas duas expressões juntas, associadas no mesmo verso. Na verdade, hoje a medicina e a psicologia abordam a importância das emoções no surgimento e no agravamento de muitas doenças. É o que se chama de medicina psicossomática. Ellen White já escreveu audaciosamente sobre esse tema, colocando que nove em cada dez doenças têm a influência da mente.

Nosso maravilhoso Deus deseja que tenhamos boa saúde e, através do apóstolo João, escreve aos leitores no segundo verso de sua última carta: “Amado, acima de tudo faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma.”

Além de desejar, Deus indica os caminhos para alcançarmos saúde plena. Ele nos diz, claramente, mais uma vez nas cartas do apóstolo João: “Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.” 1 João 4:8. Minhas atitudes têm sido harmoniosas com essa afirmação? Quantos abraços eu já dei hoje?

O próprio Cristo registra a necessidade de abandonarmos os fardos que carregamos inutilmente. São mágoas e ressentimentos que possuímos, ódio e rancores que sentimos, remorso e dúvidas que cultivamos, medos e insegurança que não assumimos. Enfim, encontros que não fazemos conosco mesmos.

Deus perdoa e esquece. E você, está seguindo o modelo divino ou diz que perdoa, mas não esquece? Essa lembrança triste, principalmente do ressentimento, machuca a alma diariamente e impede o recebimento do privilégio de ser curada pelo Pai. Preciso encontrar-me comigo mesmo! Parece estra- nho, mas é necessário encontrar-me e ouvir a voz que está dentro de mim.

Talvez seja necessária a ajuda de um profissional da área de psicologia para encontrarmos os caminhos e as respostas que se estão dentro de cada um de nós. Ao falar colocando pra fora o mais íntimo de você, não se condene. Compreenda e peça a Deus para mudar o que for necessário para que possa ser um melhor instrumento em Suas mãos.

Depois do encontro consigo mesmo, é preciso encontrar o outro. Se necessário, pessoalmente. Abrir o coração e, com a voz de Cristo, falar de sentimentos, de alívio, de perdão, de aceitação das diferenças. Essa atitude será como um bálsamo. Às vezes, não é pre- ciso falar, apenas mudar de ação: aproximar e tocar. Comece com um afago, um abraço, um gesto de cari- nho. Desse modo, você estará nutrindo, isso mesmo, alimentando sua alma com o alimento que, quando doado, alimenta dois: quem dá e quem recebe.

São necessários dois movimentos: um horizontal, em direção ao semelhante e outro vertical, em direção a Deus. É Deus quem perdoa e quem nos ensina a perdoar – está nos evangelhos. É Ele também quem cura e salva – está em toda a Bíblia.


“Teme ao Senhor e aparta-te do mal; será isto saúde para o teu corpo, e refrigério para os teus ossos.” Provérbios 3: 7 e 8.

O mal pode estar fora, mas é do mal que está dentro de mim que o sábio Salomão está falando. Também Cristo, ao ensinar Sua oração, suplica pelo livramento do mal. Este não vem de fora, também está dentro de mim.


“O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido faz secar os ossos.” Provérbios 17:22.

A alegria está no coração de quem conhece Jesus. Se você não é alegre, é por que não O conhece realmente. Esse é outro sentimento que proporciona saúde. E a alegria não existe para ser guardada, mas sim para ser partilhada. Expresse sua alegria em ser cristão e crente em Deus, em Suas promessas e no privilégio de ser considerado Seu filho.

Mudanças são feitas a partir de pequenas ações, mas devem ser feitas hoje, não amanhã ou um outro dia. Abrace as pessoas ao seu redor. Lembre-se de fazer isso muitas vezes ao dia. Cumprimente todas as pessoas que encontrar. Guarde o nome de cada uma delas. Isso soa como música ao ouvido de quem escuta.


Filho Meu, atenta para Minhas palavras; aos Meus ensi- namentos inclina teu ouvido. Não os deixes apartar-se dos teus olhos; guarda no mais íntimo do teu coração. Porque são vida para quem os acha, e saúde para o seu corpo. Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. Provérbios 4:20 a 23.

Seus pensamentos podem mudar suas ações e suas ações podem mudar sentimentos. Acima de tudo, ande nos caminhos do Senhor seu Deus, ouça Sua voz, diariamente, lendo a Sua palavra. O resultado será saúde para o corpo e para a alma, será saúde para toda a vida.

Esta lista de ações trazem esse benefício.

1. Abraçar todos os dias é saúde para toda vida.

2. Beber água todos os dias é saúde para toda vida.

3. Caminhar todos os dias é saúde para toda vida.

4. Comer frutas todos os dias é saúde para toda vida.

5. Contemplar a natureza todos os dias é saúde para toda vida.

6. Louvar o Criador todos os dias é saúde para toda vida.

7. Ler a Bíblia todos os dias é saúde para toda vida.


8. Amar o próximo todos os dias é saúde para toda vida.


9. Sorrir todos os dias é saúde para toda vida.

10. Orar todos os dias é saúde para toda vida

11. Perdoar todos os dias é saúde para toda vida.

12. ______________________ é saúde para toda vida.


Lembre-se: Indo à presença de Deus do jeito que eu me levantar, ler, meditar na Sua Palavra e orar, isso vai me trazer paz e alegria para todo o dia, pois...


Quando o amor de Cristo se encontra no coração, como um suave perfume, esse amor não pode ficar escondido. Sua santa influência será sentida por todos aqueles com quem entramos em contato. O espírito de Cristo no coração é como fonte no deserto, que ali está para refrigerar a todos, despertando nas pessoas desfalecidas o desejo de beber da água da vida. No coração renovado pela graça divina, todas as ações são feitas por amor. Ele modifica o caráter, governa os impulsos, as paixões, a inimizade e torna mais nobres as afeições. Esse amor faz com que a vida se torne mais amena e espalha ao redor uma influência de bondade. – Caminho a Cristo, págs. 77 e 59.




Está preocupado. Leia o texto abaixo e fale com Deus na sequência.




A diferença é a oração

“A oração é a resposta para cada problema da vida. Ela nos põe em sintonia com a sabedoria divina, a qual sabe como ajustar cada coisa perfeitamente. Às vezes, deixamos de orar em certas circunstâncias porque, a nosso ver, a situação é sem esperança. Mas nada é impossível com Deus. Nada é tão emaranhado que não possa ser remediado, nenhuma relação humana é tão tensa que Deus não possa trazê-la à reconciliação e à compreensão; nenhum hábito é tão profundamente enraizado que não possa ser vencido; ninguém é tão fraco que Ele não possa tornar forte. Ninguém é tão doente que Ele não possa curar. Nenhuma mente é tão obscura que Ele não possa tornar brilhante. Se alguma coisa nos causa preocupação ou ansiedade, paremos de propagá-la e confiemos em Deus por restauração, amor e poder.” Review and Herald, 7 de outubro de 1865.



Fonte: 2 Seminário de Enriquecimento Espiritual, DSA 2017.

0 comments

Recent Posts

See All