• Pr. Manolo Damasio

25 - O cuidado da natureza como missão

Estamos iniciando uma nova etapa rumo à saúde total. Nesta oportunidade, vamos dar atenção à nossa relação com o meio ambiente. Serão oito dias importantes para conhecermos os aspectos da saúde ligados às questões ambientais e tomarmos decisões quanto ao nosso plano de vida com Cristo e à manutenção da nossa saúde.

Em todo o mundo, a preocupação com o meio ambiente é destaque na Imprensa. As notícias são as piores possíveis. Os poluentes avolumam-se de tal forma na natureza que até mesmo as condições atmosféricas do Planeta estão sendo afetadas.

Para que se tenha idéia da importância do ambiente, segundo a Organização Mundial de Saúde, aproximadamente seis milhões de pessoas morrem anualmente no mundo devido ao câncer. Para 2020, acredita-se que dez milhões de pessoas perderão a vida por causa do câncer. No Brasil, em 1999, 104 mil pessoas morreram em função dessa doença.

Alguns fatos contribuem para o aumento da incidência de câncer na população: as pessoas estão vivendo mais e, com isso, surgem as deficiências imunológicas e a instalação do câncer. Por outro lado, há uma crescente urbanização, fato que contribui para o aumento da poluição, estresse e outros fatores cancerígenos. Todavia, segundo o médico Helion Povoa, em seu livro A Chave da Longevidade, pág. 176, escreve:


Calcula-se que 80% dos casos dessa doença estão relacionados com fatores ambientais, portanto, evitáveis.”

Ecologia: A Resposta da Humanidade

Tão logo percebeu a gravidade dos problemas inerentes à natureza, o homem tratou de criar meios para cuidar dela. Para isso, criou a Ecologia, uma ciência que estuda as questões do meio ambiente. Essa ciência tratou de dar nomes às coisas. Apareceram termos como Ecossistema, Comunidade Biótica, Biomas, Dominantes Ecológicos entre outros. Infelizmente, essa ciência tem sido algo meramente acadêmico e distante do grande público, que fica à mercê de notícias da mídia e das incursões de grupos de pre- servação ecológica por todo o mundo.

O ser humano, desde que foi criado, depende da natureza para a sua sobrevivência. Com a degradação do meio ambiente, a Terra já não pode mais contemplar sua população humana com o alimento abundante dos tempos antigos. Diante desse quadro, é necessário um compromisso de cada indivíduo para a preserva- ção ambiental.


Como cristão fiel, você já parou para pensar que o seu compromisso com a preservação do meio ambiente é maior do que o do descrente? Por quê? Você é uma pessoa íntima do Deus Criador da natureza. A natureza é a revelação especial do Criador para o homem. Fale agora, em oração, com o Espírito Santo sobre esse assunto e diga como pretende agir de agora em diante.

Dados da Organização Mundial de Saúde revelam que o crescimento rápido e desordenado da população humana sobre a face da Terra tem trazido resultados negativos, como desequilíbrio ecológico entre as espécies animais, erosão causada pelo desmatamento para criar áreas de pastoreio de gado, desertificação, destruição ou poluição dos depósitos naturais de água, redução da fauna (perde-se uma espécie animal por ano; até 1950, a perda era de uma espécie a cada 10 anos), contaminação do ar pela emissão de partí- culas químicas tóxicas e de radioatividade e a redução da camada protetora de ozônio.

Em decorrência destas condições, surgem as doenças da poluição: depressão do sistema imunológico, ocasionando o aparecimento de diversas enfermidades alérgicas e respiratórias; fibrose dos pulmões, com diminuição da área respiratória; agravamento dos quadros de doenças de pele; diversos tipos de tumores malignos, cardiopatias, etc.

Em todo o mundo, os governos têm dado mostras de sua preocupação com o meio ambiente. Diversas providências foram tomadas a partir do ano 2000, por ocasião de uma famosa reunião de ecologistas e autoridades em saúde ambiental do mundo inteiro. Lamentavelmente, os níveis de poluição não estão baixando muito.


Defesa da natureza: uma bandeira do cristianismo

O mundo cristão e, em particular, os adventistas, não podem ficar parados, esperando apenas providências dos governantes e de organizações de defesa ambiental. Conservar a natureza e cuidar dela, em todos os sentidos, preservando-a do desequilíbrio, é um dever de cada cidadão que professa ter fé em Deus. Mais que isso, é uma ordem divina que nos foi dada pelo Criador, desde o casal original, e que permanece até nossos dias (ver Gênesis 2:15).

Nesse particular, há uma sutil, mas importante diferença entre os motivos de cada grupo diante da natureza. O mundo cuida do meio ambiente com o propósito de ter saúde e perpetuar a espécie. Os cristãos são conclamados a cuidar do meio ambiente com duas finalidades: primeiro, para a honra e glória de Deus; segundo, porque a natureza é a fonte da revelação das obras de Deus. A saúde, no caso, é simplesmente a conseqüência natural do foco nos dois primeiros motivos.


Vejamos o exemplo de Cristo:

Cristo gostava de reunir o povo em torno de Si sob o azul dos céus, numa relvosa encosta, ou à margem de um lago. Ali, rodeado pelas obras por Ele próprio criadas, era-Lhe possível atrair-lhes a atenção das coisas artificiais para as naturais. No crescimento e desenvolvimento da natureza, eram revelados os princípios de Seu reino. Ao erguerem os homens o olhar para os montes de Deus, e contemplarem as maravilhosas obras de Sua mão, podiam aprender preciosas lições de verdade divina. Nos dias futuros, as lições do divino Mestre lhes seriam assim repetidas pelas coisas da natureza. O espírito seria elevado e o coração encontraria descanso. – Ciência do Bom Viver, Pág. 54.

• A natureza é reveladora das obras de Deus.

• A natureza tem os princípios ativadores do programa de cura que Deus pôs em nosso organismo.

• A primeira missão dada ao ser humano foi a de cuidar da natureza.


Assim, duas perguntas são muito importantes:

1. Que papel deveria desempenhar a igreja na preservação do meio ambiente?


2. Que atitudes você deve adotar para fazer a sua parte quanto à preservação da natureza?


Nas próximas 24 horas, até o estudo do texto de amanhã, procure orar muito a Deus a fim de que Ele o ajude a perceber o poder do Criador na natureza. Tome tempo para formular idéias sobre o seu papel como agente comissionado por Deus para cuidar da natureza. Faça uma lista dos benefícios que essa atividade poderá trazer a você, à família e à comunidade.

Lembre-se: A verdadeira consciência ecológica vem de seu relacionamento diário com Deus. Na presença dEle, com certeza, você será um agente de preservação da natureza, pois agora sabe que:


Deus cuida de tudo, sustentando todas as coisas que criou. Aquele que mantém os incontáveis mundos através da imensidão do Universo, ao mesmo tempo atende as necessidades do pequeno pardal que, confiante, solta o seu humilde gorjeio. O Pai celeste observa com ternura cada um de Seus filhos quando saem para o seu trabalho diário, assim como quando se entregam à oração; quando repousam à noite, e quando se levantam pela manhã; quando o rico se banqueteia em seu palácio, ou quando o pobre reúne seus filhos em torno da mesa escassa. Nenhuma lágrima é derramada sem que Deus saiba. Não há sorriso que Ele não perceba. – Caminho a Cristo, pág. 86.



Que tal no próximo sábado jejuar e tirar alguns momentos para meditar sobre o sacrifício de Cristo por você?


Um passeio com a família no sábado à tarde seria um ótimo programa e, depois desta lição, com certeza será melhor. Vamos planejar?



A diferença é a oração

“A oração é a resposta para cada problema da vida. Ela nos põe em sintonia com a sabedoria divina, a qual sabe como ajustar cada coisa perfeitamente. Às vezes, deixamos de orar em certas circunstâncias porque, a nosso ver, a situação é sem esperança. Mas nada é impossível com Deus. Nada é tão emaranhado que não possa ser remediado, nenhuma relação humana é tão tensa que Deus não possa trazê-la à reconciliação e à compreensão; nenhum hábito é tão profundamente enraizado que não possa ser vencido; ninguém é tão fraco que Ele não possa tornar forte. Ninguém é tão doente que Ele não possa curar. Nenhuma mente é tão obscura que Ele não possa tornar brilhante. Se alguma coisa nos causa preocupação ou ansiedade, paremos de propagá-la e confiemos em Deus por restauração, amor e poder.” Review and Herald, 7 de outubro de 1865.



Fonte: 2 Seminário de Enriquecimento Espiritual, DSA 2017.

0 comments

Recent Posts

See All