• Pr. Manolo Damasio

#120 Proporção, não quantidade

Updated: Apr 14, 2020


Tem gente que não suporta números. Eu gosto muito de matemática. Não daqueles cálculos complexos. Mas, daquela matemática simples, prática, do dia a dia.

A matemática respeita uma lógica exata, previsível. Por isso a indústria, engenharia e outras ciências dependem tanto dos números.

Mas, quando vamos para o campo da fé, os que se acostumaram a depender de uma lógica exata, enfrentam o desafio daquilo que eu chamo de a “matemática divina”. A matemática divina respeita um tipo de lógica diferente. Uma lógica que nós não dominamos.

Quando Deus emprega essa matemática para resolver uns problemas, a maioria de nós fica meio sem entender.

José precisou ser jogado num buraco antes de morar no palácio.

Moisés precisou se aposentar para ser contratado.

Em Jericó, os muros caíram sem o uso de armas.

Gideão só precisou de 300 pra lutar com 120 mil.

Jesus colocou o mundo de cabeça para baixo usando apenas 12 pessoas.

Que lógica é essa?

Note que a proporção num ato de fé torna-se mais importante do que a quantidade num ato comum.

Por isso, a oferta daquela viúva foi classificada por Jesus como a maior oferta naquela manhã em Jerusalém. Ela não deu do que estava sobrando. Ela não deu sem se privar de alguma coisa importante. Ela ofertou às custas de suas conveniências.

Nesse mês de dezembro, quando vamos ofertar a Deus algo especial, reconhecendo o que Ele tem feito em nossas vidas, lembre-se que a proporção é mais importante do que a quantidade.

Um abraço do pastor e amigo

Manolo Damasio


0 comments

Recent Posts

See All